Processos Criativos

Como escritora, produzo a partir de três diferentes assinaturas estéticas: Ruth Ducaso (prosa e drama), Margô Paraíso (poesia) e Antônio Peixôtro (desenhos e ilustrações), numa perspectiva de escrita espiral – palavra do campo semântico do Orixá Exu. Exu é multidão viva do tempo agora. E o espiral é imagem-desenho que diz do múltiplo-infinito instante do giro – corpo em experimentação de bordas.

Assim as assinaturas estéticas são usos para uma mínima ordem de separação germinal entre os gêneros. São mapas de experimentar percursos.

 

Lu 5
Título: Processo de criação para a escrita do primeiro romance de Ruth Ducaso
Foto: Tom Correia
Local: Estúdio Xangô/Instituto SACATAR/Itaparica-BA

Ruth Ducaso, tem 47 anos. São dela os livros Contos Ordinários de Melancolia (2017 selo paraLeLo13S), Florim (no prelo) e romance (inédito).

 

 

 

 

 

hhh
Título: Pavão fotografado numa noite de lua bem cheia
Técnica: Carvão sobre papel cartão azul
Autor: Antônio Peixôtro

Antônio Peixôtro – vive em povoado do interior do Estado da Bahia, tem 73 anos. Assinou as ilustrações e desenhos para a minha tese: Modelos vivos em uso: Poesia e performance de Ricardo Aleixo (em) um exercício crítico de literatura contemporânea (2015).

 

 

 

IMG_1323 (1)
Título: Poema do livro “História sobre como entrei em caixa de anel masculino
Foto: Luciany Aparecida
Local: Estúdio Água/Instituto SACATAR/Itaparica-BA
Data: Novembro/2015

Margô Paraíso – Livros: Instantes de um tempo (1998); O passar dos dias (2001); Multidão (2010); Trans-gêneros sexo e poesia (2011); História sobre como entrei em caixa de anel masculino (Póstumo). Obras realizadas em único volume (livro de artista). Paraíso morreu em 2013.